Biografia

Nascido em 1983, Igor Tokarski é advogado e especialista em Relações Governamentais, mas acima de tudo, um gestor eficiente apaixonado por Brasília, que conhece os problemas da população do Distrito Federal.

Em 2015, assumiu, ao mesmo tempo, as administrações de Brasília, Candangolândia, Cruzeiro, Sudoeste e Octogonal, tendo se destacado pela gestão de resultados com agilidade nos processos e ações diretas pela comunidade, como por exemplo, auxílio a Casa de Ismael, Associação Nacional de Equoterapia e APAE.

E não é só no governo que Igor atua em defesa destas entidades. No campo pessoal – e dentro das quatro linhas – ele também defende o bonito trabalho destas entidades com crianças e jovens. Em novembro de 2017, Igor ajudou a organizar um jogo com grandes estrelas do futebol e da política – Romário, Lúcio, Alex Dias, Popó, Marcelinho Carioca e Danrlei – e arrecadou quatro toneladas de alimentos e R$ 30 mil para quatro unidades da APAE no Distrito Federal. Defendeu o gol e a causa.

Igor tem boa interlocução com todos os movimentos sociais. Foi, em 2015, subsecretário de Estado de Relações com os Poderes Constituídos do GDF e, em 2016, secretário adjunto de estado da Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais do Distrito Federal.

O ambientalista

Como Secretário de Meio Ambiente do Distrito Federal, Igor viabilizou, em abril de 2018, a abertura do Hospital Veterinário Público do Distrito Federal (HVEP) que era um anseio da população que hoje é uma realidade: atende centenas de cachorros e gatos domésticos, entre eles, vítimas de maus tratos e abandono. Colaborou com o fechamento do segundo maior lixão a céu aberto do mundo, na Estrutural, que perdia apenas para o de Jacarta (Indonésia).

Com Igor, o ambientalismo não fica só no discurso e aqui vai uma história rápida: em 2014, quando foi candidato a deputado federal, cumpriu um dos seus compromissos de campanha: plantar uma árvore para cada voto recebido. Ao todo, mais de sete mil árvores foram plantadas. Agora me responda: você conhece algum candidato que tenha cumprido algo mesmo sem ter sido eleito? Pois aí está um que é inovador.

No Conselho Nacional do Meio Ambiente, foi conselheiro (2017-2018), membro da Câmara Técnica de Assuntos Jurídicos (2009-2011) e membro da Câmara Especial Recursal (2009-2013). Presidiu, ainda, o Conselho de Meio Ambiente (2017-2018) e o Conselho de Recursos Hídricos (2017-2018) do Distrito Federal, além de ter sido membro do Conselho de Planejamento Territorial do Distrito Federal (2018). Toda essa experiência contribuiu para grandes decisões em prol da natureza. Afinal, como diria o presidente do Painel Internacional de Mudança Climática (IPCC):

Não existe plano B porque não há planeta B.

Rajendra Pachauri

O advogado

Foi Gerente de Assuntos Legislativos do Conselho Federal da OAB (2011-2013) e responsável, entre outras conquistas, pela inclusão da classe dos advogados no Simples Nacional.

Ainda na OAB, exerceu a função de secretário-geral da Comissão de Assuntos Institucionais da OAB/DF (2010-2012), membro da Comissão Copa 2014 da OAB/DF (2011-2012) e membro da Comissão Especial de Acompanhamento Legislativo do Conselho Federal da OAB (2010-2014).

Igor representou o CFOAB na Comissão Especial da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais para a unificação das eleições em todos os níveis da federação (2012-2013).

Geração de empregos

Igor foi membro da Diretoria da Câmara de Desenvolvimento Lojista Jovem do DF (2013-2014) e membro da Câmara de Juventude do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Distrito Federal (2013-2014). Deste período de sua vida, Igor traz um importante ensinamento, a geração de empregos é fundamental para o bem-estar social e isso pautaria todas suas gestões desde então.

Igor acredita que, por meio da geração de emprego e renda, é possível atingir melhorias expressivas na segurança, educação, saúde e no combate à desigualdade social em todo o Distrito Federal.

Conheça minhas propostas